Olá, tudo bem?

Em Março deste ano o Denatran suspendeu a Portaria 53 que, permitia o parcelamento de multas com o uso de cartões de crédito.

Porém ontem o Denatran informou que a suspensão dessa norma não impedirá o parcelamento das dívidas, já que a prática é respaldada pelo Contran – Conselho Nacional do Trânsito que tem força de lei.

Assim, órgãos e entidades que integram o Sistema Nacional de Trânsito e que já implementaram o sistema informatizado necessário à cobrança parcelada dos débitos veiculares seguirão aceitando cartões eletrônicos. Caso do Distrito Federal, onde os donos de veículos continuarão podendo optar pelo parcelamento das multas.

Fonte: R7

Compartilhe nas redes